Lorem ipsum dolor sit amet, consecteturadip iscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore sit.

Image Alt

Chucrute de Beterraba

Chucrute de Beterraba

Recentemente, a ciência começou a perceber a relação entre a nossa saúde e a vitalidade da flora bacteriana existente no nosso intestino.

Hoje, e sempre soubemos, reconhece-se que a ingestão de alimentos fermentados tem um papel muito importante na manutenção da nossa saúde e na capacidade de assimilação de nutrientes.

Os vegetais fermentados podem aumentar a disponibilidade de nutrientes em mais 40% em relação aos não-fermentados, também alguns nutrientes essenciais como a vitamina B12, por vezes difícil de assimilar por pessoas em dietas mais restritas ou vegan, pois está principalmente presente em alimentos de origem animal.

No entretanto, nos vegetais fermentados é possível encontrar B12 produzida pelo Lactobacillusreuteri (bactéria), que produz este nutriente durante a fermentação.

Recentemente, alguns estudos científicos apontam a importância de uma flora intestinal saudável, pois muitas substâncias importantes para o desempenho de sistema nervoso são produzidas no intestino.

São muitas as vantagens para a saúde e para o paladar pois os compostos aromáticos produzidos são únicos e de grande variedade. Também o facto de ser um alimento muito prático, que está sempre à mão quando há pouco tempo para preparar uma refeição.

Para dominar esta técnica de transformação de alimentos de uma forma simples são necessários poucos ingredientes, basicamente vegetais, sal e micróbios. O sal tem um papel fundamental na fermentação, sendo um ingrediente essencial.

 

Chucrute de Beterraba

 
Ingredientes:
  • 2 Beterrabas médias
  • 1 Couve coração
  • 2%-3% de Sal (relativo ao peso dos vegetais)
Instruções:
  1. Retire as folhas velhas de couve e lave .reserve algumas folhas lavadas.
  2. Corte a couve em quartos e depois em juliana fina ou passe na picadora.
  3. Rale a beterraba sem pele e misture numa taça com a couve e o sal correspondente. Misture bem e massaje.
  4. Quando obtiver liquido suficiente(pode deixar repousar 45min se necessário), coloque os vegetais num frasco e prense de forma a submergir os vegetais.
  5. Coloque uma folha de couve e um peso que cubra a maior parte da superfície ( frasco com água ou pedra sobre um prato).
  6. Deixe fermentar por 4 a 14 dias , vigiando e pode provar depois do 4º dia , quando estiver no ponto pretendido de sabor( cor intensa , sabor leve a ácido) , transferimos para frascos mais pequenos bem tapados e os vegetais submergidos. Conserve no frio por 6 meses.
Co-fundador da BeatRoot

PUBLICAR UM COMENTÁRIO